14.1.13

50 Shades of Grey #2

Durante o fim de semana devorei umas 200 páginas do livro. Passionata já refila que eu dou mais atenção à badalhoca da Anastacia Steele do que a ela.

Gostava que a vida sexual de todas as pessoas do mundo fossem como a dela. Perder a virgindade com 21 anos mas, a partir daí, ser um ver se te avias. Cada vez que está com o moço, é às três e às quatro pinadas de cada vez! E ela tá com o moço duas/três vezes por semana. Ah valentes!

A escrita não é um primor. E para tema tão despudorado, ainda não ter lido a palavra "penis" ou "dick" mas apenas e só "lenght" e os orgasmos com final feliz para não dizer esporradela que é feio do moço serem definidos como "release" é um bocado contrasenso. De resto, nada a apontar. Alegre, fluído e sem grandes gaffes. Nada do que apontavam à versão portuguesa. Cada vez mais penso que é um problema de tradução, mesmo!

As minhas personagens favoritas são "as que não são reais" dentro da ficção. Ou seja, a voz do subconsciente e a inner godess. Cada vez que "aparecem", desmancho-me a rir. 

Para alguém tão inexperiente, as ciúmes são completamente normais. Para alguém tão experiente, as ciúmes doentias são uma estupidez. Mas eu também sei ser ciumento e Passionata consegue ser ainda pior que eu! Vou conceder neste ponto!

Resumindo? Eu aconselho quem me perguntar a ler este livro. Mas só na versão original tá visto!

3 comments:

m said...

ao fim de três livros isso tudo vai perder a piada

Passionata said...

Calúnias! Não sou ciumenta. Sou cautelosa...

Passion Addicted said...

m
Talvez, mas até agora tá a agradar!

Passionata
Tens motivos para ser cautelosa? Eu acho que não. Mas gosto!

 
;